sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Organização


Há cerca de uma semana ou duas, encontrei cá em casa uma agenda velha, mas não era uma agenda qualquer. Era uma agenda tipo Filofax de tamanho personalizado. Ora, eu sempre quis uma agenda desse género, mas o preço não era nada convidativo. 

Por isso mesmo, usava um Bullet Journal e até gostava, mas tornava-se cansativo ter que ser sempre eu a desenhar o layout, porque se assim não fosse, era complicado fazer planos futuros. Esta agenda que encontrei é de 2002, mas a vista mensal não vem datada, logo basta pôr a data. A vista semanal é que vem datada, mas também não é o fim do mundo, basta apagar o número e pôr o dia correcto. Tem também vista diária, mas eu isso não uso muito. 

Como andava ocupada com trabalhos e exames, não me pus logo a personalizar a agenda, mas fui-me começando a organizar por lá. Agora, que não tenho nada para fazer, já me pus a personalizar os separadores e é incrível como me adaptei à agenda assim num instante. E melhor ainda, foi não ter gasto dinheiro nenhum nela. 

10 comentários:

  1. não consigo usar agendas, começo a escrever, compro uma bonitinha mas esqueço-me sempre de abrir a agenda e ver se tenho alguma coisa, é irónico até. por isso é o telemóvel que me acode, meto sempre lembretes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas eu sempre fui muito adepta do papel :) também uso o telemóvel para lembretes, mas para planear tem que ser mesmo no papel xD

      Eliminar
  2. E o que importa é que agora andas mais organizada :)

    ResponderEliminar
  3. Eu arrisquei este ano no Bullet Journal e estou a adorar (mas creio que poderá vir a ser cansativo sim!).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também adorei, mas no início enquanto é novidade, depois torna-se realmente cansativo :)

      Eliminar
  4. Essas agendas são fantásticas e ficou-te bem baratinha ;)

    ResponderEliminar
  5. Essas agendas são muito giras, também gosto! Eu sou fiel à minha agenda condor :P

    ResponderEliminar