segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Obrigado


Quando ajudo alguém, não fico naquela de "Ficas-me a dever uma!", mas gosto de ouvir um "Obrigado!", quando nem isso recebo, torna-se difícil voltar a ajudar essa pessoa. É uma simples palavra que não magoa ninguém e não é difícil de pronunciar. 

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Mães


Ultimamente, a minha mãe tem tido umas alterações de humor insuportáveis. Nunca está nada bem feito! Está sempre alguma coisa fora do sítio e passa a vida a amuar. Eu nunca conheci a minha mãe como pessoa que amua e agora é insuportável falar para ela quando está assim.

Qualquer coisinha, fica mal disposta e passa o dia todo de trombas na cara. Depois se eu estou sentada, queixa-se que eu estou sentada, se eu estou em pé, queixa-se que eu estou em pé, se eu estou fora de casa, queixa-se que eu estou fora de casa, se eu estou em casa, queixa-se que eu estou em casa. Epá!

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Dia complicado


Hoje tive um dia tão atarefado que só agora é que consegui pôr as mãos no computador. E o dia ainda não acabou, só vim a casa para tomar um banho, porque já vou sair outra vez a seguir. Amanhã, prometo actualizar-me do que se passa por aqui, porque hoje já não consigo ter tempo.
Até amanhã e bom fim de semana a todos.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Neve


Dizem que amanhã as cotas da queda de neve irão cair para zonas entre os 200 a 400 metros. E eu fiquei logo toda feliz, pois poderia ser a primeira vez que iria ver nevar, nem que fossem só uns segundos. Fui pesquisar sobre a altimetria no nosso país e na zona onde moro, vivo as uns belos 115 metros de altitude, ou seja, também não é amanhã que vou ver nevar pela primeira vez.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Oh, vingança!


Às vezes, pergunto-me porque é que há gente tão estúpida à face da terra? Só querem vinganças atrás de vinganças daquilo que elas próprias se fizeram de vítimas. Haja paciência!

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Tag sem ser Tag


A Dalila Melfe do blog The Lost Loubotin nomeou-me para uma Tag, mas como eu me fartei de Tag's já em blogues que tive anteriormente, não vou responder como se fosse uma Tag, ou seja, não vou seguir as regras, mas vou responder às perguntas que a Dalila fez.

E as perguntas são as seguintes:

Qual a tua melhor qualidade?
Não sei bem qual é a minha melhor qualidade, mas atrevo-me a dizer que é a tolerância. Sendo uma rapariga de pouca paciência, sou no entanto uma rapariga de enorme tolerância. Não sou de ferver em pouca água, para isso é preciso mesmo muito e acreditem, não é paciência, é mesmo uma enorme tolerância.

O que consideras imprescindível no teu dia-a-dia?
O meu namorado. "Oh, que ela é tão fofinha!". Sou daquelas que se orgulha de dizer que o meu namorado é o meu melhor amigo. Ele está lá para tudo, coitado! Mesmo quando um exame me corre super mal, lá está ele atrás de mim a dar-me beijinhos e a abraçar-me e a dizer-me que sou bué nerd e por isso mesmo vou tirar boa nota.

Se tivesses que escolher um objecto para te acompanhar até ao resto da vida, qual seria?
Nos tempos que correm, talvez um computador. Não por causa das redes sociais, mas como sou uma pessoa que passa a vida a pesquisar sobre tudo e mais alguma coisa, talvez fosse uma coisa para me entreter para sempre.

Um alimento que detestes?
Detesto cogumelos. Não os consigo morder sequer.

Música que não te cansas de ouvir?
Os meus clássicos. Adoro praticamente todo o rock clássico.

Como te imaginas daqui a 5 anos?
Esta é a pergunta que nunca consigo responder com sinceridade numa entrevista de emprego. Eu gosto de viver o presente, gosto de fazer planos, mas no presente. O futuro logo se vê que caminho percorrer.

Se tivesses que viver sem uma rede social, qual seria?
Sinceramente, passo bem sem as redes sociais. O blogger é a minha preferida e aquela onde passo mais tempo.

Nome de rapaz preferido?
Adoro o nome André. Não sei porquê, mas sempre tive intenção de chamar André a um filho meu.

Que séries acompanhas?
Vou só fazer uma lista, porque são mesmo muitas: Modern Family, The Big Bang Theory, How to Get Away With Murder, The Flash, Game of Thrones, The 100, Sense 8, The Shannara Chronicles, Grace and Frankie, Baby Daddy, Outlander... e acho que ainda me faltam algumas. Fora aquelas que já acabaram, mas de vez em quando faço uma maratona.

O que fazes quando precisas de inspiração?
Ponho um bocado de música. Recentemente, comecei a estudar ao som de um bom fado e até gostei muito da sensação.

Alguma vez pensaste em abandonar o blog?
Já acabei com alguns blogues, mas este é para continuar, pelo menos enquanto me sentir bem nele.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Trabalhos de grupo


Já por várias vezes tive a prova que fazer "trabalhos de grupo" sozinha, tiro melhores resultados do que ter um grupo com cada um a ter a sua opinião e uns a trabalharem mais do que outros. Ontem, numa apresentação da cadeira, o professor começou por dizer que ia haver um trabalho de grupo e para que se começassem já a formar grupos. E num primeiro acto nerd do semestre, lá estou eu a perguntar ao professor "Não dá para fazer sozinha?". Ele disse que sim, mas que existiam desvantagens, à qual eu respondi "Eu sei, dá mais trabalho, mas dá menos chatices!". O professor riu-se, mas lá escreveu o meu nome sozinha num grupo. 

Não é que eu não saiba trabalhar em grupo, os outros é que não sabem. Então assim ando descansadinha da vida, faço o que quero, quando quero e não tenho de andar atrás de ninguém para fazer a sua parte do trabalho. 

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Regresso às aulas


E lá começaram as minhas aulas às 9h30, logo com uma aula de 4 horas. Toma lá que é para aprenderes a não ter saudades de ter aulas! Ainda por cima é uma aula com um professor que eu adoro (not), mas tirando esse badameco, os restantes são brutais. Já conheço o método de ensino deles e dou-me bem com isso. Já o badameco é uma merda a dar aulas! Só para que saibam! Eu não sou de falar mal de ninguém... excepto dele. Não consigo dizer uma única coisa boa sobre ele. Já vos disse que é um badameco? 
É mesmo um badameco. 
E estúpido. 
E badameco. 
Com a mania que é doutorado, mas é um badameco.

P.S.: Quem escreveu este texto foi uma pessoa com uma enorme moca de sono em cima, tentem dar-lhe um desconto. Ela promete que não volta a repetir.

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Tarde na esplanada


Hoje, passei a tarde inteira de bandulho para o ar com os meus amigos na esplanada do café. Estava um quentinho bastante agradável e para se estar a rir a tarde toda, não há melhor.

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Sonhar


Esta noite, passei a noite toda a sonhar de maneira que me estava a começar a sentir frustrada. Não faço ideia com o que sonhei, mas passava a vida a acordar e de manhã acordei com a respiração bastante acelerada. Parecia que estava em pânico e não faço a mais pequena ideia porquê.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Passear


Hoje, o dia está lindo. Portanto, toca a ir passear com o namorado para apanhar um bocado de sol, senão qualquer dia somos todos vampiros.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Não sai da cabeça


Não vos irrita profundamente não gostar mesmo nada de uma música e mesmo assim ela não nos sai da cabeça o dia inteiro?

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Hora de começar a organizar


Começo as aulas na próxima semana (finalmente) e então queria ir hoje comprar o material necessário para um novo semestre, mas o frio que está na rua não é nada convidativo a sair de casa, portanto deixo isso para outro dia. Por enquanto, vou só armar-me em nerd e vou-me pôr a organizar o meu plano de estudos. Vou começar a cuscar a ficha da disciplina e começo a tirar os temas a estudar. A partir daí, é só organizar a agenda enrolada à minha manta com o aquecedor ligado.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Solinho bom


O sol está tão bom que ainda não saí do jardim hoje, pena já darem outra vez chuva para amanhã. Dentro de casa está mais frio do que na rua!

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Sol


Vá lá que hoje apareceu o sol, já nem me lembrava como ele era. Toca a abrir as janelas todas e acho que vou aproveitar para ir dar uma volta a pé.

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Dia dos Namorados


Se o Dia dos Namorados me diz alguma coisa? Não, mas eu também não lhe perguntei nada, mas não deixo de dar um miminho ao meu namorado. Não, não lhe vou dar uma caneca com um coração, nem um relógio, nem nada onde se gaste dinheiro. Vou-lhe dar uma prendinha feita por mim, afinal, o que conta é a intenção, não é verdade? 

O amor devia ser festejado todos os dias e não num dia específico? Claro, há que demonstrar aquilo que sentimos todos os dias do ano, assim como o Natal é quando o homem quiser. Se quiser festejar o meu aniversário uma semana mais cedo, festejo e ninguém tem nada a ver com isso. Se quiser sair à rua mascarada em pleno Abril, também o posso fazer. 

Seja que dia festivo for, dia dos namorados, dia da mãe, dia do pai, dia da criança ou o nosso aniversário, deve ser relembrado durante todo o ano, mas haver um dia por ano a relembrar isso, não magoa ninguém.

sábado, 13 de fevereiro de 2016

Piloto automático


Não consegui adormecer a noite toda, nem quando estava completamente confortável na cama. Claro está que saí da cama de manhã com uma dor de cabeça, mas depois de almoçar fui tentar fazer uma sesta para ver se passava e vá lá que passou. O problema é que agora ando aqui em piloto automático com umas olheiras enormes.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Eu sou tão nerd


Ando a ler A Chave de Salomão do José Rodrigues dos Santos e cada página que leio fico meia hora a pensar no assunto e outra meia hora espetada na net a pesquisar sobre coisas que li no livro. Estou a adorar completamente, mas eu também sou suspeita, porque adoro física no geral. E não há meio de avançar no livro, porque perco imenso tempo a pensar sobre o assunto.

Agora estava a ler sobre a experiência da dupla fenda que fala no livro e no final do capítulo diz "A experiência da dupla fenda sugere que o futuro pode influenciar o passado."


quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Não sou de modas


Tenho uma certa tendência a fazer sempre qualquer coisa diferente daquilo que toda a gente faz igual. Não sei se é por teimosia ou se tenho simplesmente os meus gostos diferentes dos outros. 

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Dor de cotovelo


As pessoas com dor de cotovelo chegam a ser tão irritantes. Às vezes, só dá vontade de lhes espetar uma chapada na cara para ver se se calam duma vez. Sempre a reclamar com a mesma coisa!

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Curiosos... para o que não devem


Às vezes, preocupa-me ter amigos que só são curiosos pela vida dos outros. Falar da vida dos outros, toda a gente fala, apesar de dizerem que não, mas chegarem ao ponto de ir perguntar a outras pessoas sobre a vida de outros, perturba-me um bocado. 

Eu sei que sou um bocado nerd, ou seja, eu quando não sei certas coisas, passo a vida no Google a pesquisar sobre tudo e mais alguma coisa e eles não se interessam minimamente por isso. Não sabem as coisas, paciência, não sabem, mas se não sabem um certo pormenor da vida de uma certa pessoa, já tratam de descobrir aquilo que não sabem.

Isso assusta-me um bocado! Sei lá eu o que podem andar por aí a falar da minha pessoa. Atenção, estes tais amigos que estou a falar, não são exactamente meus amigos, são simplesmente pessoas com quem me dou bem e tenho conversas bem dispostas e tal, mas não são de todo dos meus amigos mais chegados.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Duas semanas


E os meus amigos já regressaram todos às aulas e a mim ainda me faltam duas semanas até as minhas começarem. Até lá hão-de sair os horários (num futuro longínquo), coisa que eu gostava que saíssem por agora, porque assim ia-me entretendo a fazer o meu horário. Preciso de ir comprar material para o novo semestre, visto que as resmas de folhas acabaram e preciso de um dossier novo. Enquanto as aulas não regressam, eu vou-me entretendo a ver séries e filmes.

domingo, 7 de fevereiro de 2016

Dia com os amigos


É bom passar a tarde toda no café com os amigos e rir até não poder mais. Apesar do frio, é um Domingo bem passado!

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Placard


O problema de agora jogar no Placard, é que antigamente seguia uns três jogos de futebol, no máximo, por fim de semana. Agora, sigo pelo menos oito e sempre como se fosse uma adepta ferranha daquele clube.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Namorado


Hoje, passei o dia com o meu namorado. Ele veio ter comigo e passámos o dia cá em casa. O tempo passou tão depressa que quando olhámos para as horas, já passava uma hora da suposta que ele devia ir embora.

É tão bom estar com quem amamos!

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Falta de respeito


Estava aqui entretida a ver este vídeo e ao mesmo tempo a pensar "Mas quem é que leva telemóvel para a mesa de jantar?". Sinceramente, acho uma tremenda falta de respeito! Em casa, quando vou jantar, deixo sempre o telemóvel no quarto. Claro que há excepções à regra, se estiver à espera de uma chamada importante ou assim, levo-o comigo, mas fica quieto no bolso, não vou estar a mandar mensagens enquanto estou a jantar com os meus pais.

É isso e quando estou a tentar falar com alguém e esse alguém não está a ouvir uma única palavra do que estou a dizer, porque está distraído a mandar mensagens. Epá, tudo bem que vivemos na era da tecnologia, mas há limites.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Twitter


Há vezes que me apetece dizer as coisas mais random à face da terra, mas como são coisas tão pequeninas, custa-me ter isso no blogue. Depois pensei, o Twitter serve para isso mesmo, mas eu nunca tive Twitter. Será que vale a pena criar um só para isto? 

Alguém que por aqui ande usa Twitter? Gostam? Não gostam? Dêem-me algumas luzes se puderem, please.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

E o frio que está?


Estava aqui sentada a pensar "O que é que eu vou dizer hoje para o blogue?", puxei pela cabeça e não me vinha nada à ideia. Formulei outra pergunta "O que é que se passa na minha vida?"... nada, é que não se passa rigorosamente nada, portanto como não há tema de conversa, vou simplesmente falar sobre o tempo.

E o frio que está hoje? Estou aqui com o meu pijama quentinho e sinto as minhas pernas completamente arrepiadas. Apetece-me beber um chá quentinho à frente da lareira. Problema? Não tenho lareira, senão era isso que eu ia fazer hoje. 

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Alta moca


A minha moca de não fazer nada está tão alta que agora estava na rua a apanhar a roupa e estava constantemente a pôr as molas no cesto da roupa e a atirar a roupa para o cesto das molas.

Não estou para isso


O que fazer quando uma mulher de 35 anos tem atitudes de criança com direito a birras e coisas dessas? Mandá-la à merda e continuar a minha vidinha descansada. Era o que mais me faltava andar aqui a aturar gente com mentalidade de criança. Mais valia comprar-lhe uma barbie das baratas para não gastar muito dinheiro e sempre dava para a entreter.