sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Modéstia à parte


Quando me pedem um favor, eu aceito as coisas e faço-as com gosto. Não as faço para receber coisas em troca, porque se não gostasse, não o fazia. Eu não peço nada em troca, mas um "obrigado" é sempre bem vindo. 

Mas, sinceramente, eu já estou tão habituada a não ser agradecida pelas coisas que já nem ligo. Porque, mais uma vez eu digo, faço as coisas por gosto, senão não as fazia. Sim, não ser agradecida magoa, mas ao menos olho para o que fiz e tenho muito orgulho do que fiz. Não quero saber se me vêm agradecer ou não.

O trabalho está lá, está feito e está óptimo (olha-me esta convencida)! É elogiado por todos e quem é que o fez? Ah, é verdade, fui eu! Sim, fiquei magoada, mas ao menos sinto-me orgulhosa daquilo que fiz. E a verdade é que se não me viessem pedir, eu não o teria feito! Mas fiz e agora chovem rosas para cima de mim? Claro que não, mas eu danço o tango na mesma!

6 comentários:

  1. Respostas
    1. O mínimo mesmo, mas há pessoas parvas -.-

      Eliminar
  2. Um obrigada fica sempre bem, ainda mais quando é foi pedido um favor...

    R: concordo totalmente contigo!

    ResponderEliminar
  3. Não devias não ligar, sabes? Reconhecimento pelo trabalho alheio devia ser obrigatório, ou pelo menos senso comum.

    Aqui fica um obrigada pelos posts interessantes! :)

    www.portysdiary.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A única razão de não reclamar é só mesmo para não me meter em confusões que detesto. Assim mando tudo dar uma volta e pronto, sigo a minha vida de cabeça erguida.

      Eliminar